Pressão estética, gordofobia e baixa autoestima na adolescência: 11 regrinhas para aprender a lidar

Quando chegamos na adolescência a cobrança em relação aos nossos corpos se torna um pouquinho mais agressiva. Nossos medos e inseguranças parecem fazer todo sentido quando olhamos no espelho e não vemos aquela perfeição toda das itgirls no Instagram.

Parece que todas as vloggers estão usando a blusinha apertada que marca a barriga e você, SÓ VOCÊ não pode usar porque tem a impressão que mundo todo tá notando aqueles quilinhos a mais do verão, né?

É comum que com a chegada da adolescência e vida adulta, nós tenhamos contato com certos tipos de pressões e preconceitos que nos convencem ainda mais de que não somos boas o suficiente.

Com 17 anos eu tive meu primeiro contato com a GORDOFOBIA.

A gordofobia, de maneira resumida, é a dificuldade da sociedade em aceitar e receber pessoas gordas em círculos sociais, relacionamentos, profissões e até mesmo na área da saúde. Quando você tem medo de sentar em alguma cadeira duvidosa, quando você é privada de participar de atividades por conta do seu peso, quando você sofre preconceito e bullying por esses motivos, você sofre gordofobia.  É importante entendermos que gordofobia, sofrida por pessoas gordas, é diferente da pressão estética, o mal que mais atinge jovens no mundo todo. A pressão estética, diferentemente da gordofobia, não atinge somente meninas gordas, mas meninas magras que de alguma forma não se sentem bem com seus próprios corpos e aparência, que não atendem um padrão de beleza previamente estabelecido. A pressão estética vai além do peso, ela se aplica ao seu cabelo, a pele, as formas, curvas e retas do seu corpo. É um fenômeno grave que faz com que mulheres queiram desde muito novas realizarem mudanças drásticas em sua aparência. Na gordofobia lidamos com problemas de acessibilidade, patologização dos nossos corpos e preconceito relacionado a nossa capacidade profissional e psicológica. Já a pressão estética é sobre como somos forçadas a nos encaixarmos, nos moldarmos, a sermos sempre perfeitas, buscando uma beleza inalcançável desde muito novinhas, como se não fôssemos lindas do jeitinho que somos.

A internet tem tido um papel fundamental pra que meninas e mulheres do mundo todo entendam que não estão sozinhas e que não precisam mais baixar a cabeça para pequenas/grandes opressões que vivemos no dia-a-dia. É compartilhando histórias e experiências como essas aqui que nos fortalecemos pra combater a gordofobia e a pressão estética JUNTAS!

Eu lembro bem de quantas vezes recusei ir aos passeios da turma quando eram em parques aquáticos. Eu realmente achava que iriam rir de mim por não ser magra como as outras meninas. É a verdade é que hoje eu olho pra trás e vejo quanta diversão eu perdi achando que eu não era boa o bastante pra aquilo. A gente cresce e começa a perceber que várias das coisas que acreditávamos ser mega importantes ou ruins, na verdade são só mais um detalhe que não fará diferença na hora de definir quem é você de verdade no futuro. Foi construindo tijolinho por tijolinho da minha autoestima que resolvi encarar de frente todos os meus medos e ajudar meninas de todas a idades a passar por essa fase também. Afinal, parques aquáticos são super divertidos e eu não quero ver ninguém de fora dessa vez, ok?

Hoje eu  tô aqui pra ensinar como eu faço pra desencanar disso tudo e jogar a autoestima lá pro alto!

Criei um sistema de regrinhas próprias pra que pudesse sobreviver aos dias ruins sem ficar triste com a opinião dos outros sobre meu corpo, fiz uma listinha e coloquei no meu quarto.  E é claro, vou compartilhar com vocês!

Regrinhas:

#1 Nunca duvide de você!

YES

Por mais que o UNIVERSO INTEIRO pareça estar contra você, saiba que você é boa o bastante SIM! Nada nem ninguém no mundo pode tirar seu valor, saiba disso!

#2 Pare de falar coisas ruins sobre você mesma!

YES

Hey, antes de começar a ser má com você, pergunte a você mesma se falaria desse jeito com sua melhor amiga ou com a sua irmãzinha menor. Não, certo? Então pare de tratar você mesma como jamais trataria outra pessoa!

 

#3 Você é linda do jeito que é!

Imaginem comigo que chato seria se todas fôssemos iguais! A beleza das coisas esta nas diferenças delas, cada detalhe, dobrinha, manchinha faz parte de quem você é no momento e isso pode mudar ou não! Basta você entender que esse lance de padrão de beleza tá bem fora de moda, mesmo! Que tal celebrar aquilo que você acha lindo em você mesma?

#4 Lembre-se que dias ruins sempre passam!

YES

E  isso é a mais pura verdade de todas! Por mais que o dia esteja estressante, que todo mundo tenha brigado com você, que você esteja na bendita TPM e ela não esteja dando folga.. Saiba que: TUDO PASSA <3 E que vai ficar tudo bem!

#5 Tome um banho quente!

YES

Quando estamos estressadas e cheias de problemas, nosso corpo costuma ficar muito tenso. Devido a essa tensão toda, acabamos sentindo além do desconforto emocional, o  desconforto físico. A dica é BANHO QUENTE! Ele relaxa o corpo, da uma sensação de limpeza e faz com que alguns problemas pareçam ter escorrido com a água pelo ralo.

#6 Ponha sua música preferida pra tocar!

YES

 

Pode ser dando uma caminhada pela rua, ou olhando fotos de gatinhos no tumblr, sempre que nossas musicas favoritas tocam, nosso corpo reage a elas. A música pode nos trazer sensação de prazer imediato e limpar a cabeça de toda confusão que estamos!

#7 Passe aquele hidratante preferido!

YES

Nada como nosso cheirinho favorito pra melhorar o astral, né? Você pode massagear os pés, os braços e até mesmo o abdome! Sim, essa é uma dica valiosa pra quem está sofrendo com as cólicas e desconfortos menstruais. É só pegar o hidratante favorito, aquecer um pouquinho dele em um recipiente e passa-lo na região do abdomem e da pélvis em movimentos circulares no sentido horário! O quentinho do hidratante e a massagem delicinha fará com que seu corpo relaxe e as dores diminuam!

#8 Arrume sua cama!

 

Quando tudo parece uma bagunça, nada parece estar dando certo e você nem sabe por onde começar, arrumar a sua cama pode ser o ponto de partida. Isso pode ajudar você a organizar seus pensamento e focar em resolver os problemas!

#9 Mexa-se!

YES

Sabe aquela atividade física que você sempre quis fazer mas sempre se achou gorda demais, magra demais, desengonçada demais pra tentar? Aquela aula de dança, a academia, o futebol ou o vôlei…. Todos aqueles programas que você deixou de fazer por pensar que aquilo “não era pra você”. Lembre-se que: tudo o que você fizer de bom pro seu corpo, reflete na sua mente e na sua alma. Quando você rompe uma barreira e dá de presente pra você mesma uma atividade prazerosa, seu corpo entende aquilo da melhor maneira! O que acontece? A sensação de bem-estar se torna um vício! E já sabe, quando você se sente bem, você se sente linda 🙂

#10 Converse com alguém que você ame!

Pode ser sua melhor amiga, o boy, sua mãe ou irmã. Saiba que conversar com as pessoas que te amam sobre seus problemas de autoestima AJUDA MUITO. Todas as palavras de carinho sincero proferidas por essas pessoas são como abraços no coração. Desabafe, fale sobre o que te incomoda, procure maneiras de se aliviar da dor e aos poucos ela vai deixando sua vida. <3

#11 Diga coisas bonitas pra você mesma em frente ao espelho!

Calma, calma. Vou explicar. Quando estamos muito tensas com alguma coisa, temos a tendência de achar que é tudo nossa culpa, né? Aí acabamos xingando a nós mesmas constantemente, o que faz o cérebro achar que é natural nos tratarmos assim. Vamos fazer o contrário? Vá até seu quarto, pare na frente do espelho e repita palavras carinhosas!

“Você é linda” “Você vai conseguir!” “Você é boa o bastante!”

Repita isso mesmo sem acreditar que seja verdade, repita isso todos os dias. Até que você compreenda o quão maravilhoso é ser você mesma!

Feito todos os passos, é só mentalizar energias positivas, entender que nossa opinião sobre nós mesmas é a mais importante e que somos lindas da maneira que escolhermos ser! <3

 

Não esquece de seguir no instagram: @Glaina e a página no facebook 🙂

Leia também: 8 dicas importantes para lidar com pessoas tóxicas!


Confira também...


Deixe seu comentário!