Quem é gorda de verdade?

Quem é capaz de dizer o que é ser uma gorda de verdade? Quem tem o direito de dizer até onde alguém pode se encaixar em alguma categoria, alguma luta ou até mesmo em alguma dor? Se você pensou baixinho “ninguém”, então você tem bom senso.

1098314_514552625373114_2989799058115634807_n

 

É quase que doloroso pensar que dentro do universo das gordas exista tanta competição interna. Somos massacradas pela sociedade todos os dias, em várias áreas do cotidiano, nas mais diversas situações. Tudo isso por sermos gordas. Dentro do que se imagina plausível, acredito que discussões e desconstruções sobre esse universo, seja algo totalmente saudável. As vezes, alertar a coleguinha gorda de que ela ta falando merda é um ato de puro amor e bondade em relação a mesma. Ninguém nasce sabendo tudo, e as vezes a gente nem se da conta de que tá sendo babaca. O que me  intriga é: Qual o motivo de nos categorizarmos tanto dentro dessa minoria já tão judiada? Existe gorda e existe magra, mas dentro dessas duas derradeiras divisões ainda existem muitos tipos de corpos. Existe a gorda de quadril largo, cintura fina, sem peito. Existe a gorda com barriga, sem bunda, com peitão enorme. Existem gordas que mais parecem um violão, de tão acentuadas e definidas suas curvas. Existem gordas 48, existem gordas 64 ou mais.  Existem gordas 44 na parte de baixo, e 52 na parte de cima. O contrário também. Nós somos mulheres diferentes dentro das nossas semelhanças. O mesmo acontece pras meninas magras. Tentar dizer que a gorda padrão modelo plus-size (aquela com cintura fina e pouca barriga) é uma mulher “de mentira” faz de você uma pessoa incoerente. E digo mais, uma pessoa cruel também. Somos mulheres sim, temos dificuldades diferentes, mas somos todas de verdade.

Isso não exclui o fato de que algumas gordas, em geral, sofrem mais que outras. E não, não estamos em uma olimpíada de quem se ferra mais nessa vida, mas sim, sendo coerentes em relação a fatos. A gorda 48, ainda que com dificuldade, consegue se vestir. Nós podemos pagar caro, demorar meses pra achar algo mais ou menos, básico, bem feinho, mas nós achamos. A gorda maior que  64 não encontra o básico. A gorda 64 ou mais não existe pra quase ninguém, ela sofre pra passar em roletas, ela sofre pra conseguir sentar no transporte público, ela sofre pra conseguir emprego. Ela sofre mais, você entendendo ou não. E ela é de verdade também, ela existe, só falta que percebam. A reclamação dessas mulheres, na maioria das vezes é que elas não existe representatividade em relação a elas. A única gorda representada é sim a “padrão modelo” e isso precisa mudar imediatamente. O foco tem que ser esse, a elevação e valorização dessa mulher, mas pra isso, não podemos rebaixar a próxima, por mais “privilegiada” que ela pareça.

Não importa que tipo de gorda você é. Que tipo de mulher você espera ser, que tipo de mulher você enxerga no espelho. Entender que o mundo não é nosso umbigo e que nossas dificuldades andam paralelas a dificuldades alheias, é entender que o próximo existe, que o próximo é real, que o próximo é alguém que devemos respeitar. Se falando em minoria, quando nós finalmente nos unirmos, nós vamos mudar o mundo.

Sejamos VERDADEIRAMENTE irmãs! <3

#BeijoDaGlai

Veja o post completo

Representatividade | Louboutin lança campanha estrelada por modelo plus-size

GENTE, PARA TUDO!

Vocês já devem conhecer ou ter ouvido falar de Christian Louboutin, ou só Louboutin, né? Aquela marca LUXO que faz os sapatos com solado vermelho que TODA MULHER tarada por salto alto quer ter. Pois bem, a marca foi fundada em 1992 e desde então sempre seguiu aquela mesma linha “modelinho magrinha com cara de rica”, coisa comum entre os nomes de luxo. Acontece que dessa vez, o babado foi forte! É, MENINAS! Parece que a representatividade tá tomando conta aos poucos e chegando a lugares que jamais imaginaríamos chegar. A nova cara da campanha do Louboutin é uma MODELO PLUS-SIZE!

Isso mesmo, VAI TER GORDA RICA E FINA ANDANDO DE LOUBOUTIN! E o mais legal é que não é pra representar marca de roupa plus ou nada parecido, a moça tá ali pra ser a cara de uma campanha de CHIQUÉRRIMA sem excluir nenhum padrão. Como não amar?

A linda da vez é a  Clementine Desseaux, que é uma modelo plus-size francesa. Ela é toda empoderada e  em entrevista ao Daily Mail, soltou uma verdades:

“Uma grande marca utilizando uma modelo curvilínea como garota-propaganda é um grande passo. Os padrões de beleza estão mudando e as diferenças que costumavam ser fraquezas estão agora se transformando em pontos fortes.Ser cheia de curvas e sardenta nunca foi fácil quando eu estava na França. Agora a beleza está mudando e as marcas estão colocando meninas diferentes no centro das atenções. O mercado está se abrindo para toda a beleza que há no mundo e não há apenas para loiras, brancas e magras, que é o tipo das mulheres que prevalecem na Europa”

AI QUE TIRO, MANAS! <3

Querem dar uma olhada nessa belezura de mulher? Olha o vídeo da campanha:

https://www.youtube.com/watch?v=rezc_ixIDhc

Aqui vai algumas fotos dessa LINDA!

tumblr_lz0mqxf4ia1r0cf2oo1_1280

tumblr_m5zgcgONcq1qkutnbo1_500

f4681e0ea59bbfd8830fd787d2a89e5e

stock-photo-64147899

 

Eaí, cês também amaram? É muito importante que mulheres plus-size ganhem espaço e respeito. Eu to aqui aplaudindo de pé!

 

#BeijoDaGlai

Veja o post completo

Moda Plus |Look pra perder o medo de usar franjas e arrasar na baladinha

Ah, o final do ano! Todo mundo cheio de festinha pra ir e o “que usar?” é sempre a pergunta que vem na nossa cabeça! Acontece que nesse época, é super fácil de encontrar roupinhas mas ~festivas~ e as baladinhas ganham um estilo a mais. Claro que pra quem usa G pra cima essa tarefa é sempre um pouco mais complicada, né? Eu fui atrás de um vestido pras festinhas mais glam e me joguei nas FRANJAS! Isso mesmo, as benditas são tendência e ao mesmo tempo são tabu! Tem gente que diz que engorda, tem gente que diz que disfarça e tem gente que diz: F#DA-SE! Eu sou esse tipo de gente, já que estamos aqui pra usar o que gostamos sem nos preocuparmos com essas regrinhas chatas de “o que engorda” e “o que emagrece”. Bóra se jogar nas franjas também, mulherada?

O Look que eu trouxe hoje foi esse pretinho lindo das Lojas Renner. Eu encontrei até o tamanho G, que vestiu muito bem meu quadril 48! Dá pra usar naquele jantar com o boy magia ou até mesmo na baladinha depois do Natal, sabe? E VAI TER GORDA DE FRANJÃO, OS PARENTES CHATOS QUE ME PERDOEM!

12351279_994486427274169_1227083157_n

 

12358444_994486547274157_1589221462_n

12348571_994486730607472_579375078_n

Veja o post completo

Dica da Glai | O que dar de presente nesse final de ano?

Aaaah, a hora de escolher os presentes..

A gente nunca sabe o que dá, quando sabe, é muito caro, tão tem mais ou a pessoa já tem uns 20 daquilo. É sempre uma agonia ficar indo de loja em loja na esperança de alguma coisa pular na nossa cara e dizer “ME COMPRA PRA FULANINHO!”. Sabemos que isso não acontece, até pq as lojas estão ABARROTADAS de pessoas nessas épocas, né? Foi pensando nisso que a tia Glai aqui trouxe uma dica (E COM DESCONTO, É CLARO!) de presente bom e  barato e que com certeza vai agradar  seu amigo secreto ou aquele namorado/namorada chata pra presente: OS QUADROS DA

TCHOLOS! *-*

BjodaGlai Publi

Gente, são maravilhosos <3 A qualidade nem se fala e o preço é mais que justo! O quadrinho que você escolher e comprar JÁ VEM com moldura, pronto pra pendurar! E são quase 700 opções pra escolher entre filmes, seriados, HQs, bichinhos e muito mais! *-*

Clica AQUI pra ir até o site da Tcholos e escolher o que você mais gostar e dar aquele presentão lindo <3

Ah, você também pode curtir a página da Tcholos pra ficar sempre por dentro das novidades! *-*

#BeijoDaGlai

Veja o post completo

Moda Plus | 2 lingeries da Pecatto que te inspiram a libertar seu lado sexy!

Toda mulher merece se sentir bonita, né? Eu sempre falo aqui que a beleza é algo muito maior do que só um corpo, um rosto ou uma roupa. Beleza é o conjunto das coisas boas que temos dentro de nós e vivemos. Quando nos sentimos bem, estamos felizes e prontas pra qualquer desafio, a beleza transcende a alma e acaba influenciando na nossa aparência. Não é papo não, viu? Vário estudos já foram feitos comprovando que a forma que enxergamos e lidamos com o mundo a nossa volta, afeta diretamente a nossa autoimagem e a maneira com que as pessoas nos enxergam. Aquele lance “se você não se achar linda, quem vai achar?” é real. Quando nossa postura é de amor próprio e emanamos essa luz, começamos sim a entendermos e fazermos entender que somos LINDAS.

Foi pensando nisso que resolvi fazer uma parceria com  a Pecatto Moda Íntima. O que isso tem a ver? Bom, sempre quando falamos em nos sentirmos bonitas, a barreira do “sexy” fica lá sem ser tocada, certo? Não mais. Se sentir sexy faz parte de se sentir poderosa, e nada melhor que uma bela lingerie pra aumentar nossa autoconfiança e fazer com que a gente perceba que PODEMOS SER SEXYS E LINDAS independente nos nossos pequenos defeitos, peso, celulites, estrias.. Se encararmos a realidade de que somos e podemos ser o que quisermos, colocar o carão sexy e as curvas/retas pro jogo (hahahaha!) não haverá ninguém que amamos que duvidará que somos MARAVILHOSAS.

E a gordinha encarou forte o desafio, hein? Escolhi os modelos da Pecatto pq além de lindos, são de qualidade e adivinhem: TEM MODA PLUS-SIZE <3 A Pecatto trabalha com tamanhos tradicionais e os pras gordinhas tbm! VAMOS COMEMORAR? O/ A gente sabe a dificuldade de achar lingerie plus realmente boa e bonita, né? Agora não tem mais esse problema não! Temos Pecatto!

Deixa eu mostrar pra vocês os modelos escolhidos pra fotografar! Os cliques foram da Amanda Oliveira, (só clicar no nome pra ter acesso a perfil dela e fazer contato!)  essa linda e maravilhosa que consegue capturar nossa ALMA nas suas fotos! A Amandinha é de Porto Alegre, manja muito de ser querida e talentosa e pra quem quiser também fazer uma fotos pro maridão, esposa, namorado ou namorada pra dar de presente nesse natal, chama ela <3 Quer presente melhor?

Vamos as fotos? Pra dar AQUELA OUSADIA, o espartilho vermelho é a escolha, né? Além de ficar lindo com qualquer tipo de pele, esse espartilho tem no conjunto a calcinha LINDA com um tecido INCRIVELMENTE confortável e nada daquelas coisas que nos pinicam, sabe? O conforto pra mim é essencial, e foi isso que encontrei nessa lingerie lacradora!

1

6

2

7

8

3

14

Veja o post completo

#EscutaModaPlus | 5 tipos de looks que toda gorda fashion amaria encontrar

Olá, lindezas! Hoje eu vim contar pra vocês sobre a nova onda do bem que tá rolando na internet!

A Babu Carreira teve uma iniciativa linda criando a ‪#‎EscutaModaPlus‬, onde marcas e consumidoras terão um canal direto pra trocar experiências, desejos, insatisfações e novidades sobre a moda Plus-Size. Já comentei pelo meu Instagram (@bjdaglai) que sempre quis ser abraçada pelas marcas plus, mas nunca me senti verdadeiramente representada (em função de estilo) por nenhuma. Gosto muito do estilo Rocker/Urban e as peças alternativas naquela pegada mais indie ou porigótica/sou uma bruxa do american horror history, mas É QUASE IMPOSSÍVEL achar esse estilo por aqui. Tem muita marca gringa que abraça as plus de lá com todos os estilos e aqui fica aquela mesma coisinha de sempre :/ Uma lá que outra inova um pouco mas é sempre o preço de um rim se a blusa vem com uma correntinha a mais. É absurdo. Marcas, saibam que: Nem toda gorda ama floral. Ama blusinha larga, ama colorido.

Eu queria muito algo glam que verdadeiramente acompanhasse tendência atual. Algo bonito, justo, de qualidade.

Enquanto isso eu vou babando na foto das gringas e usando toda minha malemolência pra tentar chegar no estilo que tanto me representa!

Aqui estão os  5 tipos de estilo e looks que toda gorda fashion rocker amaria poder comprar nas lojas brazucas!

#1 A gorda neo-gótica, chique e in black:

Nossa, como é difícil, viu? Achar qualquer roupa preta com um corte que realmente acompanhe a tendência e que seja chique, clean e PRETO BRUXA ao mesmo tempo é quase missão impossível. Não temo isso aqui, de verdade, não temos!

1907407_10152852137032955_376274176896033411_n

10959768_10152809599437955_455525819872059765_n

12250182_10153403073342955_262753703453218200_n

 

#2 O  “Chic Minimalist” 

Muito da moda-plus brasileira é baseada na leveza, certo? Ok pra um país quente, porém quando fica naquela mesma coisa de “malha soltinha” (nossa, como eu odeio!) e aquele floral colorido, a gorda mais “balmain” fica de fora SEMPRE. Pfvr, nos deixem ser um pouquinho Kardashians!

12119121_10153354092712955_5123833797622196296_n

10373477_10152483251397955_4232436632063292252_n

10553591_10152339031542955_5770466152159596880_n

#3 Urban Girl

É difícil achar qualquer peça alternativa que saia do mesmo estilo. Até mesmo nos catálogos você vê sempre as mesmas coisas, sempre as mesmas combinações. Ai vai da gente se virar em muitas pra conseguir montar um look urban mais estiloso! As vezes cansa, viu?

 

11241440_10153114259567955_7422217540981434352_n

11959973_10153274091692955_1276235298588215821_n

1924388_10152687531087955_4213797698449296647_n

 

#4 Transparências de bom gosto:

Ô vida cruel, hein? Gorda pode usar transparência sim, viu? E digo mais: OUSADAS! Sempre que vejo as gringas abusando desses modelos maravilhosos eu fico torcendo pra que isso chegue no Brasil logo! ALO MARCAS <3

11133779_10152945012067955_9050489257302759607_n

11246481_10153024527102955_6359363590153126840_n (1)

10365778_10152537617802955_3469571138236053809_n

#5 Roupa pra malhar

JESUS NA BICICLETA! Como é difícil achar algo bonito e acessível que passe nas minhas coxas e me permita malhar confortável e sem parecer um saquinho de batata! TÁ CERTO que a gente não precisa tá vestida como se fosse achar o boy da vida, mas que algo com caimento legal ajudaria MUITO a nos sentirmos bonitas nessas roupas, ah, isso é verdade!

10931381_10153365047062955_1581815231478595424_n

Plus-Size-Workout-Clothes

1128821_fpx

 

Pois é, meninas! Ainda temos muito o que discutir e melhorar no cenário da moda plus-size atual, e com certeza, juntar teremos mais voz!

E vocês, o que gostariam de ver nas lojas e nunca encontram? Conta pra mim! <3

#BeijoDaGlai #EscutaModaPlus

 

 

 

Veja o post completo

Artista retrata gordofobia cotidiana em uma série de ilustrações maravilhosas!

RAPAZ, esse é daqueles posts que eu escrevo com o coração metade feliz metade triste, mas vamos lá:

Em pleno 2015, tem uma galerinha que vive com pensamento medieval. É como se ser cruel fosse uma diversão, um passa-tempo que a internet proporciona sem maiores consequências. As pessoas não sabem, (ou sabem e adoram isso) que muitas meninas e mulheres vivem em estado de profunda depressão com os abusos e crueldades que sofrem online. Mas isso ta mudando, manas! Não pq a galera tá tomando vergonha na cara e entendendo o quão BABACA é em humilhar alguém sem motivos, mas pq as minorias tão levando e dizendo: AEÔ, VAI TOMAR NO SEU CU! 🙂

E isso é lindo. Pq é bem o que precisamos fazer: NÃO NOS CALAR. Transformar toda a nossa beleza, graciosidade e coração bom em algo que faça diferença pro mundo de maneira POSITIVA. E é por isso que a artista Rachele Cateyes decidiu usar a ARTE pra responder e protestar sobre todas as porcarias e crueldades que sofreu e ainda sofre por ser uma gorda bem resolvida na internet. Coisa que vocês sabem, eu sei bem como é.

Foi a partir daí, que a Rachele criou a série “Glorifying Obesity” (Glorificando a Obesidade) como forma de expressão de maneira divertida e irônica, além de muito talentosa. As ilustrações retratam coisas que ela gostaria de responder aos ebençoadinhos que enchem o saco da moça e também coisas que ela escuta e lê repetidamente na internet. Em entrevista ao  Huffington Post, a artista declarou que  passa por tudo isso e ainda tem gente que diz ser cruel afirmando estar se preocupando com sua saúde… GORDAS, PAUSA PRA SOLIDARIEDADE COM A COLEGA, quem de nós já não teve que aguentar TROCENTOS pés-no-saco vindo encher a paciência e se metendo na nossa vida com o pretexto de “se preocupar com a nossa saúde”? Muitos, né? Entendemos, Rachele!

Ela ainda disse: “Mulheres gordas são transformadas em memes, temos nossas imagens roubadas e usadas em anúncios de empresas de dieta, somos photoshopadas para parecermos magras, recebemos ameaças de estupro e morte e somos assediadas online”

Triste ter que concordar com conhecimento de causa de que o Rachele passa é exatamente igual ao dia-a-dia de muitas de nós. Triste saber que em uma sociedade que tem tudo pra ser evoluída, que tem a informação PULANDO na cara toda vez que usa o celular, que tem ACESSO a muitas e muitas fontes pra conseguir entender que somos SERES HUMANOS como todos os outros e que nossas DIFERENÇAS não passam de meras características físicas.. É, é triste.

Mas vamos falar de coisa boa? Vi aqui no Hypeness algumas da ilustrações traduzidas e olha, eu to chorando de TÃO LINDO o trabalho da moça <3

gordofobia-ilustracoes

gordofobia-ilustracoes2

gordofobia-ilustracoes3

gordofobia-ilustracoes4

gordofobia-ilustracoes5

gordofobia-ilustracoes6

gordofobia-ilustracoes7

gordofobia-ilustracoes8

gordofobia-ilustracoes9

gordofobia-ilustracoes10

gordofobia-ilustracoes11

 

Não é DEMAIS?

É lindo ver o empoderamento virar arte <3  Conta pra mim com qual ilustração você mais se identificou!

#BeijoDaGlai

 

Veja o post completo